Marcelo Rebelo de Sousa: Vandalizar estátuas é "imbecil" - Plataforma Media

Marcelo Rebelo de Sousa: Vandalizar estátuas é “imbecil”

Presidente da República avisou que a pandemia não desapareceu e Portugal tem de se preparar para uma crise ainda pior do que a atual. A possibilidade de Centeno ir para Governador do Banco de Portugal e a tomada de posse do novo ministro das Finanças, João Leão também foram abordados.

Vandalizar estátuas é um ato “imbecil”. A declaração é de Marcelo Rebelo de Sousa, que defende que o património que existe ligado à cultura e à história “têm de ser consideradas na época em que se viveram”. E por isso nada “justifica vandalizar ou destruir” monumentos “que são testemunhos da personalidade da nossa história”.

Senão começávamos no D. Afonso Henriques, que perseguiu muçulmanos e acaba na Torre de Belém e nos Jerónimos. Vai tudo“, atirou o Presidente da República, que nunca gostou “da ideia de queimar livros ou destruir estátuas”. Para ele “julgar a história hoje, para o passado é um risco”.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Lifestyle

Espada que Napoleão usou no golpe de Estado de 1799 será leiloada

AngolaLusofonia

Marcelo considerou "importante" visita a Angola

PolíticaPortugal

PR pede a políticos para não exigirem ao povo o que os próprios não fazem

ChinaPolítica

Partido Comunista Chinês aprova resolução histórica

Assine nossa Newsletter