Bispo de Pemba alerta: "Vivemos a fugir sem saber para onde" - Plataforma Media

Bispo de Pemba alerta: “Vivemos a fugir sem saber para onde”

“Temos sofrido há três anos sem saber porque estamos sendo atacados. Há três anos tudo mudou em nossa vida. Choramos de dor e tristeza. Vivemos fugindo sem saber para onde”, alerta o Bispo de Pemba, em Moçambique, Dom Luiz Fernando Lisboa, para descrever a situação vivida pela população de Cabo Delgado, perante oos ataques terroristas de que a região tem sido alvo.

Segundo Dom Fernando contou ao Notícias do Vaticano, o Governo tem agido através da presença de militares na área, mas o grupo de agressores tem registado um aumento de efetivos. “Os atacantes renderam em vários lugares as forças de defesa, roubaram armas, carros, alimentos e fardamento. Eles agem usando o fardamento do Exército e isso confunde muito a população. A população não sabe em quem confiar. O povo foge para o mato. A Igreja tenta apoiar as pessoas de alguma forma com alimentos, medicamentos, roupas e reconstrução de casas. A Igreja tem estado presente todo esse tempo, buscando ser um testemunho de esperança junto da população.”

Oiça o relato detalhado do Bispo de Pemba

As palavras de Dom Luiz Fernando Lisboa já se fizeram ouvir e são inúmeras as palavras de solidariedade que lhe chegam. Entre elas está uma missiva enviada pelo presidente do Regional Sul 1 da CNBB, dom Pedro Luiz Stringhini, bispo de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo.

“Querido Dom Luiz Fernando Lisboa!

Queridos missionários e missionárias da Diocese de Pemba!

A situação da Região de Cabo Delgado, narrada no documentário da Pastoral Comunicação da Diocese de Pemba (Igreja irmã do Regional Sul 1), muito nos entristece e nos faz sentir cada vez mais impotentes.

Vamos divulgá-lo para que um número sempre maior de irmãos e irmãs se unam em oração e solidariedade.

A vida, dom sagrado de Deus e, por isso mesmo, na ótica da fé pascal dos cristãos, revestida sempre de alegria, beleza e esperança, encontra-se tão ameaçada nos dias atuais, seja pelas doenças, seja por essa violência avassaladora.

Dessa forma, Dom Luiz Fernando e demais irmãos, estejam certos da nossa profunda solidariedade e comunhão com a Diocese de Pemba e seu sofrido povo.

Continuamos acreditando que a esperança não decepciona. Contem com nossa oração e nossa afeição.

Fraternalmente,

Dom Pedro Luiz Stringhini”

O Bispo de Pemba divulgou, ainda, um video, onde assinala a situação dramática que se vive na província nos últimos meses.

Acompanhe a situação em Cabo Delgado

Cabo Delgado: Al Qaeda, “piratas em terra” e militares corruptos

As dez perguntas e respostas sobre os ataques em Cabo Delgado

Este artigo está disponível em: English

Related posts
MundoPolítica

EI reivindica ataques contra talibãs no Afeganistão

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Portugal lidera missão da UE porque “desde o princípio, se chegou à frente”

MoçambiquePolítica

Entre ruínas, em Quissanga e Macomia ensaia-se a reconstrução sob o espetro do medo

MoçambiqueSociedade

Cabo Delgado: Apoio internacional dá esperança a quem sonha voltar a casa nos centros de acolhimento

Assine nossa Newsletter