Príncipe belga testou positivo depois de ir a festa ilegal em Espanha - Plataforma Media

Príncipe belga testou positivo depois de ir a festa ilegal em Espanha

Depois de ter acusado positivo no teste de covid-19 e de ter obrigado todos os participantes nessa festa a ficar de quarentena, o príncipe Joachim, que é sobrinho do rei Filipe da Bélgica, referiu hoje que irá acatar “as consequências” dos seus atos.

O príncipe Joachim da Bélgica disse hoje “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia.

Gostaria de pedir desculpa por não ter respeitado todas as medidas de quarentena durante a minha viagem. Nestes momentos difíceis, não quis ofender ou desrespeitar ninguém”, disse o jovem de 28 anos, numa declaração divulgada pelo seu advogado, Mariano Aguayo Fernández de Córdova.

Joachim foi um dos 27 participantes numa festa ilegal em Córdoba, depois de ter chegado a Espanha na semana passada para realizar um estágio, razão pela qual foi autorizado a entrar no país, apesar das restrições impostas pela pandemia.

O evento está a ser investigado pela polícia espanhola por ter excedido o número permitido de participantes, que é atualmente de 10.

Todos os participantes estão agora em quarentena após o príncipe ter acusado positivo para a covid-19.

Também hoje, o presidente do Governo Regional da Andaluzia, Juan Manuel Moreno, criticou a “enorme irresponsabilidade” de casos como o que está a ser investigado em Córdoba, sublinhando que “este tipo de comportamento não se pode repetir”.

Artigos relacionados
LifestylePolítica

Rei emérito Juan Carlos paga dívida fiscal de mais de quatro milhões

PortugalSociedade

Número de mortes diárias cai para 49. Há 1160 novos casos de Covid-19 em Portugal

PolíticaPortugal

Plano de desconfinamento que circula nas redes sociais é falso, diz governo

ChinaSociedade

Duas novas vacinas chinesas contra a Covid

Assine nossa Newsletter