"Se Brasil parar duas semanas pode evitar-se 125 mil mortes" - Plataforma Media

“Se Brasil parar duas semanas pode evitar-se 125 mil mortes”

Ali Mokdad dirige projeções do IHME, instituto usado pela Casa Branca como um dos modelos para monitorar Covid-19

Ali Mokdad dirige parte das projeções feitas pelo IHME, instituto de métrica da Universidade de Washington utilizado pela Casa Branca como um dos principais modelos para monitorar Covid-19.

Desde o meio de maio, Mokdad e sua equipe acompanham o avanço da pandemia no Brasil e suas conclusões são bastantes sombrias. Na segunda-feira (25), o instituto atualizou para cima a expectativa de mortes pela doença no país: de 88 mil para mais de 125 mil óbitos previstos até agosto.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MacauSociedade

Antes, durante e depois da quarentena

BrasilPolítica

Brasil é o 2º país com mais barreiras de entrada no exterior por conta do coronavírus

BrasilSociedade

Brasil bate recorde e supera EUA em novas mortes por Covid por milhão de habitantes

MundoPolítica

Chefes do Pentágono de Trump indiciados pela reação lenta ao ataque ao Capitólio

Assine nossa Newsletter