Jihadistas mortos em África por força treinada pela GNR - Plataforma Media

Jihadistas mortos em África por força treinada pela GNR

Operação no Burquina Faso matou 47 elementos de grupo aliado da Al-Qaeda. GNR participa na formação das forças de elite de seis países do Sahel.

Duas bases destruídas, 47 combatentes e dois polícias do Burquina Faso morreram durante uma grande operação no noroeste daquele país, junto à fronteira com o Mali. Portugal contribuiu, através de elementos da Guarda Nacional Republicana, que têm dado formação à equipa de elite que realizou a missão.

“Na sequência de uma operação antiterrorista realizada durante dias em Kossi (província), o GARSI (força de intervenção rápida) lançou na terça-feira um ataque contra duas bases terroristas na localidade de Wariberi”, informaram os militares burquineses, em comunicado.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MundoSociedade

Seis em cada sete infecções de Covid-19 em África não são detetadas

MundoPolítica

Líder norte-coreano diz que os EUA são a 'raiz' das tensões

Mundo

Arsenal nuclear dos EUA incluia 3.750 ogivas em 2020

ChinaPolítica

Taiwan denuncia incursão recorde de aviões chineses no seu espaço aéreo

Assine nossa Newsletter