Espancado até à morte depois de ter confrontado polícias a violar isolamento - Plataforma Media

Espancado até à morte depois de ter confrontado polícias a violar isolamento

Abdul Razak, de 44 anos, foi espancado até à morte por polícias depois de ter confrontado os agentes na cidade da Beira, Moçambique, ameaçando-os que os iria filmar a jogar futebol sem observar a obrigatória distância social. Dois agentes foram detidos e acusados do homicídio de Razak, noticia hoje a BBC.

Segundo o canal de televisão privado STV, os mesmos agentes tinham dispersado do local alguns jovens que ali se tinham dirigido para jogar futebol. Local onde os polícias estiveram a jogar à bola, como testemunhado por Abdul Razak que lhes exigiu explicações, assinando assim a sua sentença de morte.

O porta-voz da Polícia de Moçambique, Orlando Mudumane, afirmou que “já foram abertos processos crimes e inquéritos disciplinares” aos dois agentes.

“A polícia vai providenciar o necessário apoio à família do cidadão morto, de acordo com a lei”, sublinhou.

Related posts
BrasilPolítica

Manifestantes furam bloqueio policial antes de atos pró-Bolsonaro em Brasília

Cabo VerdeSociedade

Polícia apita nas praias de Cabo Verde e banhistas pedem alargamento de horário

BrasilSociedade

Polícia do Rio prende Dr. Jairinho e mãe de Henry Borel pela morte do garoto

PortugalSociedade

Pelo 13.º fim de semana seguido, não vai poder circular entre concelhos. Polícias estão cansados de tanta fiscalização

Assine nossa Newsletter