Uma missa pascal diferente - Plataforma Media

Uma missa pascal diferente

No Largo da Sé algumas pessoas aguardavam a comunhão da missa anterior, dada em chinês. No lado de dentro do portão de ferro do Paço Episcopal, montado à pressa, está um confessionário. O padre Daniel Ribeiro espera pelos crentes que pretendem a remissão dos seus pecados.

O PLATAFORMA foi autorizado pelo Episcopado de Macau a fotografar a Missa de Páscoa em português. Entrámos na catedral, vazia.

Durante a missa, que durou cerca de 45 minutos, não estavam mais de 30 pessoas, todas elas essenciais à celebração. Um padre, cinco acólitos, um organista, um coro com cerca de 10 elementos, três leitores, dois operadores de câmara, três pessoas na régie da transmissão televisiva, outras duas na sacristia e três seguranças, além de nós. Seguiu o ritual, com todos os intervenientes sempre de máscara cirúrgica na face.

O novo normal apenas trouxe uma diferença à celebração: a eucaristia faz-se fora do decurso normal da celebração, já depois de finda a missa, no átrio da igreja, com a entrada das pessoas a fazer-se à vez, controlada por seguranças.

A fotorreportagem que agora está a visualizar mostra alguns dos momentos da celebração da Missa da Páscoa de 2020, durante a pandemia mundial de SARS-CoV-2.

Related posts
MacauMundo

São ou não as vacinas perigosas a longo prazo?

MundoSociedade

Centro Europeu de Controlo de Doenças aceita vacinação em crianças

MundoSociedade

Especialistas recomendam autorização de pílula anticovid da Merck

MoçambiquePortugal

Embaixada de Portugal em Maputo anuncia voos de apoio ao regresso

Assine nossa Newsletter