China envia suprimentos médicos para países africanos - Plataforma Media

China envia suprimentos médicos para países africanos

O fornecimento marcou o início da assistência da China a 18 países da África Central e Ocidental para conter a disseminação do Covid-19.

O Gana é um dos 52 países africanos que registaram casos do Covid-19. Os casos confirmados em África ultrapassaram 9.000, com mais de 400 mortes. Mais de 800 pacientes se recuperaram.

Outros países africanos beneficiários são Nigéria, Senegal, Gabão, Serra Leoa, Guiné-Bissau, Guiné, Costa do Marfim, Gâmbia, Libéria, Mali, Burkina Faso, República do Congo, Guiné Equatorial, Togo, Benin, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

Os suprimentos médicos necessários e equipamentos de manutenção da vida foram transportados por um avião fretado à China Air Cargo e inclui material de proteção individual, máscaras faciais N95, roupas de proteção médica, óculos, luvas, termómetros e ventiladores.

O embaixador da China no Gana, Wang Shiting, observou que, embora a China tenha começado só agora a emergir da pandemia do Covid-19 com um stock limitado de suprimentos médicos, era essencial estender uma mão de apoio aos seus amigos em África. “Esse esforço mostra o firme compromisso da China nas relações China-África e fortalece ainda mais os fortes laços históricos entre as partes”, afirmou ao CGTN o embaixador.

Shirley Ayorkor Botchwey, ministro dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional do Gana, que recebeu os itens, disse que a doação ocorreu num momento crucial, quando muitos dos países beneficiários mais precisavam deles para conter a propagação da pandemia.

Related posts
MundoSociedade

650 mil haitianos precisam de ajuda humanitária urgente

MundoSociedade

África pede a laboratórios que vendam vacinas contra a covid-19

MundoPolítica

Estado Islâmico e Al Qaeda ganham influência em África em 2021 - Estudo

ChinaEconomia

OCDE diz que África está a perder vantagens na sua relação com a China

Assine nossa Newsletter